Apostolado no Brasil

 


O Apostolado logo se espalhou por todo o mundo e chegou ao Brasil através de dois missionários jesuítas. O Pe. Bento Schembri, fundou em Recife o 1º centro do AO em 1867 e poucos anos depois em 1871, em Itu, o Pe. Bartolomeu Taddei fundou o centro do AO que espalhou ramos por todo o país. Por essa razão, o Pe. B. Taddei é considerado o fundador e o propagador no Brasil. Nomeado Diretor Nacional, Pe. Taddei estendeu o AO a todos os estados, de tal forma que o Cardeal D. Sebastião Leme afirmou que o “renascimento espiritual do Brasil é obra do AO”.

No dia 1º de junho de 1896, Pe. Taddei conseguiu superar todas as dificuldades e lançar o primeiro número da revista Mensageiro do Coração de Jesus, como revista de formação cristã e órgão oficial do AO. Além disso, com a colaboração fervorosa do AO, Pe. Taddei realizou o Primeiro Congresso Católico Brasileiro, em 1900, na Bahia, completado com o Congresso de São Paulo e o do Rio de Janeiro. Esses congressos preparam o caminho para a Ação Católica e para a Ação Social em nosso país.

Intensificando a vida eucarística e a devoção ao Sagrado Coração de Jesus, o AO revitalizou por toda a parte a prática da religião, tanto individualmente como nas famílias (por meio da consagração das famílias), através da consagração de municípios, de cidades, de estados e de todo o Brasil. A consagração do nosso país ao Sagrado Coração de Jesus foi realizada oficialmente por ocasião do 36º Congresso Eucarístico Internacional celebrado em 1956 no Rio de Janeiro.

Pe. Taddei faleceu dia 3 de junho de 1913, m Itu, junto ao Santuário do Coração de Jesus, por ele edificado, deixando em pleno funcionamento 1.290 centros do AO espalhados por todo o Brasil, com milhares de associados.